GetaSecondLife

Ethereal Lands (2)

7 Comentários
SL® geral GetaSecondLife 7 https://getasecondlife.net/2006/11/second-life-geral/ethereal-lands-2/#comments
255

 ethereal_teal_7.jpg

 Chegando a Ethereal Lands, em qualquer lado há um balão para se poder aceder a todas as partes do local, sítio, site (não sei o que lhe chamar: na verdade, creio que o nome técnico é “sim”; cada zona é um sim, embora não tenha percebido ainda se sim é a zona onde está tudo ou se é cada pedaço de terra que pertence a alguém; eu para guia sou uma miséria…). Aquilo está dividido por vários lados e os lados são em altura. Há partes térreas e partes no céu. E é preciso usar o balão para ir de uns lados para os outros.

ethereal_teal_1.jpg

Uma das partes mais curiosas era este Particles Laboratory, onde existem vários mecanismos que se clicam e mostram (sabe-se lá o quê) o movimento de partículas, provavelmente.

ethereal_teal_3.jpg

No cimo de tudo (descobri eu depois) está este jogo de espelhos. Lá dentro um emissor de partículas (inventei este nome agora) com umas cadeiras à volta para admirar o espectáculo.

ethereal_teal_2.jpg 

 

Descobri o jogo de espelhos a primeira vez que lá fui e entrei pela porta errada: não era porta e caí de 5000 metros virtuais de altura, a dar aos braços numa tentativa sem qualquer sucesso de voar para cima. Felizmente as quedas não magoam, consegui lá voltar mais tarde, outra vez de balão e ainda cheguei a tempo do Ethereal Fireworks, que é uma vez por hora.

 ethereal_teal_5.jpg

Mas, como tudo isto é virtual e a hora era tardia, adormeci.

ethereal_teal_6.jpg

  • Sabes, acho esse mundo (agora pensando bem, acho isso de todos os mundos virtuais) muito solitário. Mas este ainda é mais porque é um mundo melhor imitador. Cuidado, e não só com as quedas virtuais.

    Acho que o meu comentário mais moralista que alguma vez deixei

  • Não é moralista e hei-de responder a sério, em texto, porque tenho pensado muito nisso: é que eu encontro realmente muito sossego num certo silêncio e solidão. Feitios, creio.

  • percebo-te perfeitamente. daí o aviso moralista

  • Ohinasama

    Estou a ver que isto é um autêntico “País das Maravilhas”! Aproveite bem e vá partilhando connosco – a minha patroa, a severa Dona Milu, não me permite passear por estes mundos encantados (pelo menos, a julgar pelas imagens e pela sua expressão maravilhada). Divirta-se! 🙂

  • Cara Catarina,

    Ainda temos de fazer um meeting point (mesmo, com terra e tudo) de bloggers portugueses lá no SL…

    AA
    aka Gath Forager (born quase yesterday)

  • Pois percebes Ze´…;)

    Ohisama, é um país das maravilhas com todo o bem e o mal que o real tem: desde que lá chegaram os dólares, está tudo a caminho do estrago…mas ainda tem sítios lindos. Por aqui continuarei a contar dos meus passeios.

    AA, podemos já agendar o encontro anual de bloggers portugueses para 2007. :))) Entretanto por lá nos encontraremos.