GetaSecondLife

clubes, discotecas e afins

Os clubes (ou discotecas) no SL não me atraem particularmente. Às vezes, recebo convites para ir dançar a uma discoteca nova. Mas, sinceramente, não percebo a atracção. Vou, com muito gosto, a discotecas/clubes com os amigos chegados. Quando o avatar vai a um clube basta clicar na bolinha de dança e deixar ali o avatar a mexer-se. Não se faz muito mais do que isto. Sou demasiado irrequieta para conseguir estar ali parada. No entanto, é uma excelente forma de encontrar os amigos e de pôr a conversa em dia. O que não faz sentido nenhum (para mim) é ser convidada para ir conhecer a discoteca que acabou de abrir no SL. No mundo real, aquilo que me atrai numa discoteca é a música, a atmosfera e a decoração. Conheço poucas discotecas com música excelente ao ponto de eu andar a noite inteira. (Sim, sou uma esquisitinha!) No SL ainda não encontrei um stream de música que tenha música completamente do meu agrado. Já andei a investigar sobre como criar streams mas, além de não ter onde alojar o stream, não tive ainda paciência para reunir músicas que me agradem.

Confesso que tenho alguma curiosidade sobre os eventos de música ao vivo (tanto pela música como pela parte técnica) mas ainda não fui a nenhum. Alguns músicos estão a aproveitar este mundo virtual para mostrarem as suas criações e isso, sim, parece-me interessante.

club 1

  • Nunca foste a nenhum tirando os U2! Ou isso não era???

    Os streams, temos que tratar disso…

  • Os U2 não era música ao vivo. Era uma conjunto de músicas dos U2 (algumas, ao vivo) colocadas num stream e disponibilizadas para o ‘concerto’.
    Há artistas que tocam (mesmo) ao vivo no SL. Ou melhor, devem criar um stream com as músicas originais deles e ‘tocar’.

  • Winter Wardhani

    Alohas meçoilas
    Pois que tocam e cantam ao vivo mesmo Aninha. Às 5ª feiras costumo ir com o Ibrahim a um concerto de música brasileira ao vivo do Julian Vesta em Bliss e ele faz o concerto a partir da (espantem-se e tentem não se rir) casa de banho de casa dele. Melhor acústica ao que parece HEHEHEHE
    Já fui também a alguns concertos jazz ao vivo e são mesmo mesmo ao vivo sim.
    Como eles fazem eu não sei, mas vão a este link pode ser que ajude 😉
    http://www.sl-brasil.com/forum/viewtopic.php?t=327

  • Viriato

    Boas! A curiosidade do streaming também me atrai muito. Vou chekar o link. Ainda não tive oportunidade de ir a um concerto ao vivo no SL, estou à espera que me convidem para não ter de ir sozinho…..ehehe! Relativamente às Discos…é de facto uma boa maneira de por a conversa em dia e já apanhei uns DJ’s à maneira. Quanto à forma de divulgação de novos artistas, concordo que é muito importante e com potêncial, mas há que promover e creio que os DJ e as Discos podem ter papel importante nesse aspecto.

  • Obrigada, Winter, pela explicação. Eu não tinha a certeza se era mesmo ao vivo.
    Na ilha onde moro estão a promover imensos eventos. Tenho que ir ver disso!

    Viriato,
    eu ainda não apanhei DJ’s à maneira. Se encontrares por aí os DJ’s do Incógnito podem convidar-me que eu vou logo. Só não prometo que fique muito tempo…

  • Good luck with the site I like to flaunt my seriously madam I have a nice joke for you) Why do hurricanes travel so fast? If they traveled slowly, we would have to call them slow-i-canes