GetaSecondLife

Guimarães – onde Portugal nasceu

Para mim, o joaoluis5858 Foden é um dos melhores construtores portugueses no metaverso. Basta visitar as ilhas de Portugal Center para o confirmar e testemunhar a evolução do trabalho que tem feito ao longo dos dois anos de presença in-world para nos deliciarmos com os universos que vai recriando. Porque o JL se dedica sobretudo a transferir lá para dentro os cenários que, cá fora, mais significado têm para ele – a maior parte das vezes construções características da nossa vivência lusitana.

Desta feita, dedicou-se a recriar Guimarães, a nossa cidade berço, incluindo nesse local uma série de elementos inconfundíveis das nossas raízes. Apesar de instalada num sim estrangeiro, a Bliss Island, em menos de um ápice nos sentimos em casa, ou não fosse ele um gajo particularmente atento aos detalhes e não utilizasse sempre texturas próprias da mais elevada qualidade.

Aconselho a visita… ora vejam lá:

guimaraes-iii
Vista geral

guimaraes-by-the-sea
Vista sobre o mar

guimaraes-this-side-of-the-bridge
Do lado de cá da ponte, a cidade construía-se dentro das muralhas do castelo, proporcionando segurança aos habitantes

guimaraes-that-side-of-the-bridge
Para lá da ponte, o moinho de água e a floresta

guimaraes-providing-food
Não, nós não éramos só pescadores

guimaraes-the-sea-far-away
Estes silos não vos parecem familiar ? Eu conheço uns quantos que até se encontram ainda em funcionamento, lá pelas bandas de Viseu.

guimaraes-i
No fim da cadeia de produção, era tudo vendido nos mercados e praças por esse país fora

guimaraes-ii
Detalhe de uma cabana, não parece mesmo que estas paredes foram pintadas agora mesmo?

A visita vale a pena. Não tenham medo de abrir portas e coscuvilhar dentro das habitações, muitas estão mobiladas de forma fidedigna. Na casa senhorial, não falta a roca e o fuso, os bordados medievais nem o cão, lol. A igreja, é simples e despojada, como seria na altura, já que a pompa e o luxo da igreja católica se instalou séculos mais tarde.

Descubram a fonte de água, lá nas profundezas do castelo. Subam às ameias e usufruam da vista, respirem fundo… e deixem-se ir para outros tempos, mais simples quiçá

https://i0.wp.com/getasecondlife.net/ficheiros/guimaraes-this-side-of-the-bridge.jpg?fit=660%2C400&ssl=1
  • TP

    🙂

  • Porto Proto

    O sim é tuguíssimo, Summer 🙂