GetaSecondLife

Só para esclarecer algumas coisas

16 Comentários
SL® geral GetaSecondLife 16 https://getasecondlife.net/2007/12/second-life-geral/so-para-esclarecer-algumas-coisas/#comments
273

Tenho para mim que nunca se deve perder muito tempo com amabilidades como as que a Summer me dedica neste e neste post. Aliás, não fosse o facto de em tempos, tê-la convidado para escrever neste blog, ter apoiado financeiramente uma aventura a meias e, principalmente, tê-la considerado como amiga a ponto de lhe abrir a porta de casa, nem me mereceria qualquer resposta. Palavras deste calibre ficam com quem as escreve. A mim pouco me interessam porque, contrariamente ao sentimento de ódio azedo que lhe inspiro, a mim ela não me aquece nem arrefece. E o resto, os insultos ao que escrevo nos meus blogs, da parte de uma antiga leitora assídua de anos, já assisti vezes sem conta a esse tipo de cenas. O ódio é mau conselheiro no que à coerência diz respeito. Aquilo que eu escrevo, faço ou sou, em termos de blogger ou residente no SL é público e toda a gente conhece, vê ou lê. E eu considero que as pessoas são suficientemente inteligentes para tirarem as suas próprias conclusões. Não tenho tempo para perder com peixeiradas. Só lamento que a ilha que comprei, publicitei, construi e contribuí para ter sido um sítio tão giro, esteja agora nas mãos de uma demente, pois não vejo outra explicação para este tipo de reacção a um mero comentário num blog colectivo, num post que nem sequer é dela, sobre uma imprecisão técnica.

Se a incomodo e se não gosta, pois vai ter que aprender a meter à borda do prato. Azar.

  • Imso

    Só para esclarecer algumas coisas.
    E estou-me cagando para o resto…não é comigo.
    mas para post de eslarecimento este post tem algumas incongruências que precisam de ser esclarecidas sim…depois do que quer que tenha acontecido, e que não tem que ser aqui escalpelizado porque não interessa nada aos outros, sempre me tentei manter à parte deste clima de guerra fria cheio de provocaçõezinhas aqui e ali sem qualquer tipo de interesse para quem lê o blog no sentido de buscar alguma informação util…É o vosso espaço, vocês que o giram, eu nem me meto no assunto, e evito até comentar o que quer que seja precisamente para evitar interpretações erradas. Agora não posso deixar de ler este post e pensar…
    “ter apoiado financeiramente uma aventura a meias”…se a aventura foi a meias, aliás foi a mais de meias, não apoiaste finaceiramente, entraste na aventura com a tua parte tal qual os outros…
    “Só lamento que a ilha que comprei, publicitei, construi e contribuí para ter sido um sítio tão giro, esteja agora nas mãos de uma demente”…compraste, publicitaste e fizeste o q?…só tu?…na tua infinita benificiência e altruismo foi?
    a ilha foi comprada por várias partes, umas com mais peso, outras com menos, outras com igual peso, e todas as pessoas, cada uma à sua maneira terá feito o que podia para que o sitio ficasse melhor de acordo com as suas possibilidades, mas quem ler este post ficará com ideia de que Portucalis surgiu devido à magnanimidade de Cat Magellan, o que não será de todo verdade como tu bem sabes.
    quanto à demência…haveria muito para dizer sobre demência, e se demência é falar abertamente do que se não gosta, então serás tu própria uma enoreme demente, pois um dos teus apanágios será precisamente ser muitas vezes como tu própria te descreves politicamente incorrecta e dizer o que te vai na alma…quanto ao resto…escolheste o caminho que trilhas. trilha-o e deixa-nos a nós trilhar o nosso próprio caminho, pois de relambórios, estou um bocadinho farto, assim como do que se segue a eles…
    E mais, eu sei que a responder até estou a aumentar a polémica, e a fazer ao fim ao cabo aquilo que tu pretendes, ou seja exponencializar o numero de visitas e de comentários no teu blog, que se pretende um blog profissional, fruto de uma blogger profissional…Não o somos, não o queremos ser, somos como tu dizes o blog de uma comunidade restrita, portanto se o somos e se escolheste deixar de fazer parte dessa comunidade, senta-te no teu cantinho, que a gente calmamente senta-se no nosso.
    felicidades

  • “mas quem ler este post ficará com ideia de que Portucalis surgiu devido à magnanimidade de Cat Magellan, o que não será de todo verdade como tu bem sabes”

    Nopes. Eu li este post e outros posts e nunca tive essa ideia. Tive sempre a ideia de que era um projecto que a Cat decidiu acarinhar de promover. Não fazia ideia que também tinha pago.

    “E mais, eu sei que a responder até estou a aumentar a polémica, e a fazer ao fim ao cabo aquilo que tu pretendes, ou seja exponencializar o numero de visitas e de comentários no teu blog” — isto é ignorância apenas. Querer manter um blogue para além do umbigo, que é o estádio a seguir para quem ousa fazer mais do que conversa de café digital, não passa por esse tipo de estratégia.

    Chamar “provocaçõezinhas” à linguagem empregue no Portucalis é um eufemismo, right? Aquilo é linguagem de amante de carroceiro.

  • Só tenho a dizer umas coisitas: Cada um tem o que merece e Quem semeia ventos, colhe tempestades. (Se bem que, sinceramente, acho que não mereci algumas coisas pelos quais tive que passar mas enfim…)
    Entendam-no como quiserem e bem vos apetecer.

    As minhas mágoas e desilusões fazem parte do passado e para a frente é que está o caminho.

  • Realmente, pessoas que se orgulham da própria ignorância…melhor será que assim fiquem, chafurdando nela.

    Imso, se não queres de facto aumentar o número de visitas a este blog profissional (a inveja não é um sentimento bonito, deves abster-te de comments insultuosos para o blog.

  • Imso

    Não me querendo alongar muito mais sobre este assunto, venho apenas acrescentar que as respostas e os comentários dos indefectíveis, eu já espero, e tenho as costas largas, por isso podem-me chamar exactamente o que auiserem. tenho-me abstido de comentar como já disse, e se o fiz foi apenas para que as pessoas tenham uma visão mais alargada das coisas e não pensem que tudo nasceu devido a uma pessoa, quando houve várias pessoas envolvidas nisso, mas enfim…farão a leitura que entenderem…
    AnaLu nunca semeei ventos para colher tempestades, não percebo pq continuas a dizer que não mereces certas coisas que te fizeram, porque as coisas que se passaram, acabaram por nem ser directamente contigo, mas como tu própria dizes, enfim, entende-as como quiseres e bem te apetecer.
    Tess, não tenho orgulho nenhum na minha ignorância, sobretudo num assunto que me disse directamente respeito, e no qual não estiveste envolvida, nem sabes o que se passou, mas enfim, a frase é bonita e como indefectivel fica-te bem.
    Não faço intenções de alimentar polémicas, mas se todos têem direito a dizer de sua justiça, pareceu-me por bem dizer da minha. Não tenho inveja de blog nenhum profissional, eu cá nem sou blogger…enfim.
    ficam aqui os meus comentários, que valem o que valem, e ficam também as minhas costas largas para aguentar os nomes que me quiserem chamar, para mostrarem bem o vosso apoio e de que lado estão.

    Felicidades a todos
    IMSO “O IGNORANTE”

    P.S.- cito a AnaLu sem qualquer tipo de provocação ou segundo sentido…apenas porque gostei.
    “As minhas mágoas e desilusões fazem parte do passado e para a frente é que está o caminho.”

  • Ibrahim Bates

    Meus amigos
    Fico triste com o que vou lendo e mantenho-me à margem das polémicas; elas só me tocam porque se passam entre pessoas que aprendi gostar.
    Lamento.

  • (Imso,
    eu só me refiro às situações pelas quais passei. Não tenho nada a ver com o resto.)

  • Bom, a parte da ignorância não era para o Imso, mas sim para o post onde está escrito “Não pretendo ensinar nada a ninguém, e pelo contrário até gosto de aprender com os outros, desde que isso aconteça de forma natural e autêntica, sem pretensões, numa partilha de palavras em que de repente dou por mim a tomar notas e mais notas, a perceber que quero consultar este site, que preciso ler aquele livro, que sou tão ignorante que ainda não conheço aquele músico.”

    Não chamei nada a ninguém, nem pretendo fazê-lo.

    Não tenho nada com este assunto nem quero ter, ainda que seja destratado um blog do qual faço parte (ou já fiz). Não acho graça a insultos gratuitos feitos a amigos meus. Suponho que nisso não sou diferente de vocês.

  • Imso, como deverás calcular, não tenho nada para te dizer. Há meses que não falo com a Summer, desde que ela me apagou da lista de amigos e me disse para não voltar a dirigir-lhe a palavra. Deixei dois comentários no vosso blog colectivo, os dois em posts que não eram dela. Um deles, creio que ficou esclarecido com autora e demais intervenientes. O outro, que era teu e sobre uma questão técnica, mereceu de ti como resposta um insulto por interposta pessoa, a Summer, sobre o meu outro blog, o 100nada, que não tem rigorosamente nada a ver sequer com o SL. O resto foram insultos da Summer, como se eu lhe tivesse feito alguma coisa para além de comentar um blog. Se têm problemas de consciência ou complexos de perseguição, tratem-se. Agora, acho o cúmulo que me venham dizer que querem ficar sossegados no vosso canto e, quando eu comento um blog que, repito, é colectivo e alguns dos autores comentam este, sempre na boa, se atirem a mim dessa forma absolutamente desmedida. Só podem estar doidos, realmente.

    Paulo, Ana, Tess, nem vale a pena. Está visto que não há qualquer hipótese de comunicação. Quando o Imso diz à Tess que não sabe o que se passou e está tudo ali no post que escrevi com os links que fiz aos posts referidos, sinceramente, mais vale andar para a frente e, nem sei, palavra de honra, estou completamente parva com isto tudo.

    IB, olha eu nem triste. Só pasmada com tanta agressividade. Eu a pensar que estava cada um na sua, na boa, afinal parece que fiquei sempre uma pedra no sapato de algumas pessoas.

  • que miséria! afinal … e à parte a carne, (o melhor , diga-se, se do lombo), não vejo assim grande diferença no SL/RL. Ok, as gajas são mais boas, mas em contrapartida as questiúnculas ainda são mais … coiso e tal. Acho que vou continuar assim (como sou), a fazer-me de tolo!

  • Cat Magellan

    É o melhor, Zé. Não vale a pena sequer perder mais um segundo que seja com merdices.

  • Miguel Yesheyev

    Penso que está tudo dito. A Cat Magellan foi ofendida de forma grosseira e vil, gratuitamente, tendo exercido o seu legítimo direito de resposta. Não querendo repetir o que já disse a Cat, em condições normais tal tipo de abordagens, pela forma e conteúdo, não são merecedoras de qualquer tipo de reacção. Contudo, pelo contexto em que a mesma se deu, não restava qualquer outra alternativa. É de lamentar que se fosse forçado a tal. Uma última palavra apenas para referir que não confundimos a floresta com a árvore…

  • Boas palavras, Miguel
    lmso, se ainda ler isto, e francamente espero que não: é evidente que sou indefectível da Cat, mas não foi nessa qualidade que comentei. Foi na qualidade de leitor. E não a insuitei a si ou fosse a quem fosse — mas se for essa a única linguagem que entende, tratarei disso. Sou muito eclético.

  • Não sei de nada nem de ninguém, mas – PORQUE É QUE OS PORTUGUIESES SOMOS SEMPRE ASSIM ??? NUNCA IREMOS A NENHUM LADO – UM SIM TÃOLINDO COMO O PORTUCALIS – ONDE QUANDO SE VAI DÁ VONTADE DE FICAR – É PENA É TRISTE – Sem tomar partido de quem quer que seja…

  • Miguel Yesheyev

    Cara Midnight Jewell,

    Sem querer tomar partido de quem quer que seja, se calhar pelo mesmo motivo pelo qual a Midnight entendeu por bem comentar neste blog e não no que deu origem a este post.

  • Já está tudo dito há que tempos…

    Midnight, não é preciso gritar. A malta ouve bem.

    Por vezes, existem algumas dificuldades em perceber de onde as coisas vêm mas isso é da idade avançada e das maleitas associadas.