GetaSecondLife

Rock Rendez Vous no SL

11 Comentários
SL® geral GetaSecondLife 11 https://getasecondlife.net/2007/12/second-life-geral/rock-rendez-vous-no-sl/#comments
164

Confesso mais uma falha na minha cultura: para mim, o RRV era uma coisa ali perto do Rato, onde se jogava bowling ou se cantava karaoke. Não fazia a mais pequena ideia do que era o verdadeiro RRV, até encontrar o Cocas Nishi a construí-lo. Tivemos uma longa conversa; o Cocas viveu o RRV apaixonadamente e foi partilhando memórias e contando histórias sobre esse mítico sítio, que o Gaia Bosh aqui descreve. Puxou pelo que se lembrava que os registos fotográficos são poucos e andou ali uns dias de volta da construção do edifício, num imenso entusiasmo de “agora giro giro era trazer cá os antigos do RRV”.

No final, num gesto de grande generosidade, ofereceu-o ao Tpglourenco Forcella, que tinha tido a ideia de o trazer para o SL. Como não encontrei referência ao autor do projecto no artigo do Expresso online, aqui fica então a adenda, por assim dizer.

  • Tpg

    Cat nunca o Cocas seria nem podia ficar esquecido e ele sabe disso ele partilhou comigo insonias e sonhos e vai continuar a partilhar porque é por ai que o mundo pula e avança.beijoka Cat.

  • Oh Tpg… no artigo do Expresso é que faltou referir que o constructor do RRV para o SL foi o Cocas.

  • TP

    Olá Ana, boa tarde,linda, eu sei disso mas a verdade é que tem sido referido vezes sem conta em todo o lado e vai continuar a ser como é obvio.
    Eu proprio o fiz de coração no blog de Portucalis inclusive é referido nos comentários do Expresso á noticia.
    Nunca na vida assumirei paternidades que não tenho mas sempre estarei disponivel para partilhar ideias e sonhos e é assim que eu e o Cocas temos colaborado e tenho a certeza vamos continuar.
    Beijinho Ana.

  • Parece-me que estamos aqui com uma dificuldade de comunicação…
    Alguém em algum lado, aqui neste blog, afirmou que o Tpglourenco Forcella tinha construído o RRV…?

    Nos últimos tempos, estes casos de falta de atenção e de compreensão da mensagem escrita tem surgido com demasiada frequência… (e os amuos daí consequentes.)

    O post da Cat é muito claro e está escrito numa linguagem acessível a todos…

  • Tpg, é como diz a Ana, parece-me que o meu post não foi correctamente interpretado (e também como diz a Ana, essa dificuldade de comunicação escrita, cria mal entendidos e amuos). Eu não referi blogs que são lidos por uma comunidade restrita – e aliás, já fui ver, o teu post é posterior ao artigo que é referido no meu post. O meu post é muito simples: há um artigo num jornal que é muito mais lido que qualquer blog, que contém uma imprecisão/omissão quanto à autoria de um edifício, que é bastante gabado nesse mesmo artigo; ou o Gaia não achou relevante relatar esse facto ou não lhe foi referido. Qualquer dessas alternativas a mim pouco me interessa. Eu *acho* relevante e escrevi o meu post numa base “o seu a seu dono”, sem qualquer desprimor para a tua parte no RRV. E que o Cocas saiba que não será esquecido e está no coração e isso tudo, também pouco me interessa: aqui trata-se de informar correctamente um público bem mais vasto que uma comunidade que sabe – ou não – quem foi o criador do edifício.

  • Aliás, depois deste meu post, já vi que nos comentários do artigo já é mais referido o Cocas. Portanto fico contente com esse facto.

  • Hear! Hera! Um reconhecimento mais do que justo.

  • M2life

    Grandes Cocas e TP!!!, e deixem-se de amuos 😉
    Como já deixei escrito noutro blogue, eu tive o prazer de ainda assistir à construcão do RRV pelo Cocas e sem imaginar que ele iria estar em Portucalis.

    O que importa? O que importa é que a reconstrucção está excelente, a música é excelente e, sobretudo, os amigos que lá estão quase todas as noites são excelentes 🙂

  • Tpg

    Cara Cat obviamente que que não vou alimentar polémicas e desentendidos tive ocasião de falar com o Cocas durante a tarde e como sempre continuamos a sonhar e a concretizar e isso sinceramente é o que mais me interessa acima de tudo somos amigos e estes dois amigos nunca se desentenderam.
    A ultima coisa que necessitamos é de polémicas uma vez que o que nos une, o SL já é sufícientemente “atacado” por quem está por fora, o que faltava era agora a malta desatar a discutir uns com os outros isso NUNCA e para isso nunca vão contar comigo.
    Beijokas grandes.
    Cocas Man 😉 Abraço.
    (dou por encerrado o meu comentário a este assunto neste blog)

  • M2, aqui não há ou houve amuos de qualquer das partes, foi uma série de comentários que serviram exactamente para esclarecer algum potencial mal entendido que pareceu ter-se instalado.

    Claro que tudo isso importa, o facto de existir uma coisa dessas e que tenha um excelente ambiente, como é evidente. Se calhar eu tenho outra perspectiva mais abrangente: a mim também me importa que, num jornal, a informação não esteja completa e que, provavelmente por lapso, admito perfeitamente, se omita o criador.

    Vamos a ver se a gente se entende. Todos vós sabeis o trabalhão que dá construir no SL, não é assim? E portanto, quando uma coisa envolve trabalho de alguém e esse alguém não é referido num artigo de jornal e calha que asisti a parte desse trabalho, coloco a “adenda”, como fiz aqui.

    Tpg, volto a repetir que não há aqui polémica nenhuma nem em lado nenhum se falou que nao fosses amigo do Cocas ou que te desentendesses com ele! Mas que coisa estranha esta! Até voltei a reler o meu post: está lá clarissímo que ele construiu e a ideia original foi tua. Não vejo qual é o problema. Tu é que assumiste coisas que eu não escrevi, à partida, e eu e a Ana esclarecemos. Quanto ao resto, que as pessoas que estão no SL se tenham que manter unidas para apresentar uma frente coesa a quem está de fora e ataca a coisa, bom, aí não posso estar mais em desacordo. Mas isso são opiniões. Beijocas.

  • M2, viva a excelência!