GetaSecondLife

A ver se me consigo explicar melhor: eu NÃO quero mais “amigos”!

28 Comentários
SL® geral GetaSecondLife 28 https://getasecondlife.net/2007/07/second-life-geral/a-ver-se-me-consigo-explicar-melhor-eu-nao-quero-mais-amigos/#comments
611

A Ana já aqui meteu um post muito simpático sobre o assunto, mas eu vou esclarecer melhor este tema dos “amigos” e da “lista de amigos”.

Antes de mais, quero aqui dar a minha opinião sobre o assunto. O Linden Lab (espertos, espertos…), numa espécie de clicar na ialma das pessoas, taditas, ali sozinhas naquele mundo desconhecido, em vez de optar por chamar aquele item “add contact” ou coisa assim, mais fria, escolheu e muito bem, uma lamechiche mais apelativa: a opção “offer friendship”. Ai que lindo, pensamos nós, com aqueles neurónios da parvoíce mais parola, isto aqui não há cá contactos, nem pensar, olarilolé, somos todos amigos, é lindo! “É maravilhoso”, ouvi eu há uns dias ” poder aqui oferecer amizade”. Realmente, é maravilhoso. Eu faço isso, muito raramente, na RL, desde sempre, mas há pessoas que, pelos vistos, precisam de ter uma segunda vida para descobrir que é maravilhoso poder oferecer amizade àquela pessoa que está ali ao lado, como na fila para a carne no talho:

– Ah que bifes tão lindos que lhe estão a cortar! Também quero desses, quer ser minha amiga?
– Oh claro que quero, e as pernas do frango?
– Sim, sim, também levo, agora somos amigas, fazemos tudo igual.

Pamordeus. Aquilo não passa de apenas adicionar um contacto que nos interessa ter na lista, seja porque é realmente nosso amigo, seja porque precisamos dele daqui a nada, seja porque razão for, agora para ser mais um amiguinho (“isto é maravilhoso”) é que não é de certeza.

Mas a malta, regra geral, não se enxerga. Por mais que se diga e se explique que isso de chegar a qualquer lado e espetar com um “add friend” pelas ventas de um qualquer avatar não está de acordo com as regras de boas maneiras lá do sítio, não há nada a fazer. Mais um quadradinho azul a perguntar se se aceita aquele amigo que nem sabemos que é, nem sequer o vimos mais gordo e nem lhe lemos ainda uma letra que seja. E um gajo ali, feito parvo, ainda tem pena. Caneco, se digo que não, se calhar é aborrecido, fica ofendido, coitado, mas depois, pensando melhor, então e levar com aquilo em cima, sem mais nem quê? Não é também um abuso? Pois claro que é! Ainda por cima havendo discriminação! Sim! Discriminação! Eu quando entro com o meu alt que é o gajo mais feio e troglodita do SL, ninguém me oferece coisa nenhuma a não ser olhares de esguelha. Tá mal isso, coitado do moço, também precisa de amigos, então?!

Resumindo: eu não quero mais “amigos”. Façam lá o que entenderem. Mais ofertas de amizade sem uma explicação prévia (“Ó Catezinha, eu sou a Larailarai do blog tal, já te leio há anos, adoro o que escreves” ou “Ó Catezinha, fica lá minha amiga para eu depois te poder melgar em tudo, desde como é que visto a roupa até onde é que se compra uma moto de água” ou até mesmo “Ó Catezinha, aceita lá isso que só tenho gajos feios na minha lista de amigos”) e podem ir de carrinho. Eu não sou amiga de mais ninguém, não quero mais amigos, sou uma antipática e tá dito. Gobernaibus!

(e agora vou ali apagar uma carrada de “amigos” que não sei quem são e tirar a opção de me verem online a mais uns quantos e, se me aparecerem à frente e me perguntarem como é que eu ali estou se estou offline para eles, blame it on SL!)

  • Summer Wardhani

    Eu ainda há pouco tempo decidi voltar a reutilizar essa coisa saudável ke é a limpeza da caixinha de tempos a tempos. E nem me chateio com o assunto, de toda a gente já sabe mesmo ke eu sou de marés e muitas delas são más e portantos os decline são sempre mais ke os accept… e kem não gostar é favor botar na borda do prato 🙂

    É assim mesmo !!! GANDA chefaaaa ! hehehehe

  • Ó Catezinha…tens k me mostrar esse teu alt troglodita. É daqueles que usa o cacete BAM e anda feito um macaquinho k acabou de borrar a fralda? Se é esse que kero muito mete-lo na minha lista de Friends4ever e IMeil-álo até mais não. Talvez o gaiju me convide a participar no próximo movie dos Lindestones.

  • Até escusam de meter à borda do prato, Summer, que já lá os puzestesios! :DDD

    Vik, mas alguma vez? O meu trogo-alt é um alt todo cool atão! Muito acima dos bams e etc e tal. O que mais me irrita no gajo é que, quando o uso, então não é que anda de moto, de submarino, de prancha, de tudo e mais alguma coisa, como se toda a vida tivesse feito aquilo?! Enquanto a Cat passa a vida a cair…deve ser pixel-genética avatariana!

  • (além disso só tem gajas boas na lista dele :ppp)

  • Por sinal, ontem, não te saiste nada mal no windsurf. De cada vez que davas piruetas ias parar a terra. O melhor mesmo é por o collatão a fazer esse tipo de desportos radicais. E já agora..se o gajo só tem gajas boas na lista, vê lá se tens a Semarikinhasmaquinaapetroleo Boa. Se num tiveres avisa. 😀

  • Pois ontem o windsurf (sem comentários). :DDDDDDD
    A quem? LOL! (esse apelido é bestial)

  • Subscrevo! hehe

    Eu gosto do troglodita. 😉

  • (Eu fui simpática no meu post…? Ando a perder qualidades!!)

  • nunochat pera

    Boas,
    Antes de mais queira dizer que leio este Blog há algum tempo e gosto, acho interessante e mais um monte de outros bons adjectivos!
    Comento com alguma hesitação, pois vocês parecem todos tão amigos e não quero parecer intrometido.
    Realmente, nunca pensei muito nessa funcionalidade de “oferecer amizade”. Na verdade quando a vi pela primeira não percebi… Afinal era só um “adicionar contacto” com um nome ingénuo e enfeitado (e simpático).
    Obviamente esta lista é necessária e bem vinda (pena não funcionar sempre), penso que a discussão aqui é como a gerir.
    O maior problema, é quando alguém, que mal conhecemos, quer entrar na lista, se negamos corremos o risco de ser “má onda”, se aceitamos não é lógico e estaremos a gerir mal a lista, para além de estarmos a dar a impressão que, de alguma forma, somos amigos da outra pessoa, quando isso não é verdade – e isso é mau para ela e para nós.
    Depois há aquelas pessoas que só se adicionam para enviar TP a fim de encher festas…
    A minha conclusão é que, talvez um “cartão de visita” sirva melhor nalgumas situações… Talvez um “desculpa, mas” ajude seres mais sensíveis.. (errr sou tão bonzinho).

  • Summer Wardhani

    E há essa hipótese sim, Nuno… a de oferecer o cartão de visita em vez da tal da amizade, hehehe

    E tu, como kk outro leito, é muito benvindo à caixinha dos comentários… sobretudo se vier por bem 🙂

  • Ah bom, com essa explicação fico mais descansado. Na minha lista tenho pelo menos uns 30 contactos para sexo virtual e andava a custar-me um bocado saltar para cima das “amigas”, pois sempre ouvi dizer que com amigas isso não se deve fazer. Agora, mais esclarecido, afastam-se-me-le os problemas ét(n)icos. Ai, agora é que vai ser f… ai é verdade, tínha-me esquecido que já lá não voltava mais.

    (mas, já agora, recordo-me que a ultima vez que estive no SL te vi Caty … e estavas off-line. compreendi-te, agora, pois, tá bem, deixa estar, de qq modo também não volto lá, e alem disso hei-de poder ter sempre um ou dois amigos na RL, daqueles que me querem mesmo como amigo, numa base sincera, tás a ver)

  • Troglodita o quê? Aquele borracho que até já me pediu em casamento-sl????

  • Tess, ainda bem que apareces. Aproveito para te comunicar que já não és minha amiga.

  • Ó Zé, e esses contactos para o sexo virtual têm todos permissão para te mexer nos objectos? heheheh

  • Acabei de vedar ao Viktor a amizade do Stroganoff.

  • Já não, Zé? Isso parece-me bem, assim já podemos ir às bolas (de novo).

  • É exactamente por aí. Os cartões de visita servem exactamente para isso. Aquilo que me irrita cada vez mais é abrir o SL é ter lá uma oferta de amizade de alguém que eu não faço puto de ideia quem seja. Percebo perfeitamente a lógica da pessoa: leu os blogs, acompanha-os e sente-se muito próxima de mim. Para isso, só falta mesmo que eu conste da lista de amigos. Pá, e eu? E a minha opinião não conta? E se eu não me apetecer dar cavaco àquela pessoa?
    Nos últimos tempos confesso que tenho agido conforme o meu humor. Ou seja, ele há dias em que aceito e apago de imediato da friends list. Outros recuso. É conforme o meu humor porque qualquer uma das opções dá trabalho. Se eu aceitar, tenho de seguida o trabalho de apagar. Se eu não aceitar, tenho o trabalho de responder aos IMs da pessoa a perguntar-me porque é que não aceitei…

  • Viktor, eu não sei usar essas coisas. de cada vez que tento pôr o virtuo-dildo aquilo fica-me no meio da testa. vai daí é mesmo só conversa e tal

    Claro Tess, isto agora vai ser um farró! ah pois (ainda tens aquele tapetezito com pele de leopardo? eu levo o chicote. mas temos de ir com outros nicks pá)

  • Mertel

    Boas
    Ai esta um bom assunto para explicar aos noobs, e dos grupos disto e daquilo…

  • O troglodita também gosta de ti, Ana, mesmo que estejas a perder qualidades hehe! 😀

    Nunochat Pera. É como diz a Summer, aqui nos nossos comentos não há que uma pessoa se sentir intrometida. É comentar quando apetecer que é para isso que aqui está esta opção. 🙂 Sim, um cartão de visita é muito melhor, embora eu só tenha descoberto como é que isso se fazia há dois dias…enfim. LOL! E muito bem visto essa dos contactos para mandar convites para as festas, nem me tinha lembrado! Pois, realmente deve haver coleccionadores de contactos…

    Pá Zé, tazaber, agora arrependes-te amargamente de teres decidido nunca mais lá ir, azareco!

    (já te disse que era do SL, pá, aquilo não funciona bem!)

    É um troglodita de bom gosto, Tess! 😉 mas como tem mau feitio é melhor nem lhe dizer que vais para as bolas com o Zé, undercover! Vê lá se ele arruma melhor o material, embora no nariz, pensando bem…(quer dizer, adiante, que isto não é a caixa da Soca). 😀

    Vik, a ver se dás umas lições ao Zé, isto se ele voltar. Conversa de gajos e assim.

    Mertel, os grupos é um bom tema, também também. (isto quando se começa a cascar, é uma coisa que nunca mais acaba :))

  • Johnsson Balut

    Cat… em relaçao ao windsurf… Porque e que nao poem aquilo tudo so agua?
    Era mais facil para tu treinares… =)

  • Grande post! Acho muito bem Cat, Chefa. Prioridades são prioridades, ou algo do género porque, enfim… Bolas e tal… Abaixo a prom… Claro. Concordo em pleno contigo pá. Qué isso de “amigos”? “Amigas” ainda vá que não vá… Bem. Ok.

  • Lol J. Era, lá isso era! 😀

    Miguel, qué isso de “amigas”?! Ainda vá que não vá? Bem! 😉

  • Começo por dizer que não passo sem aqui vir: é sorriso garantido e os sorrisos fazem imensa falta.

    Eu cá… ando pouco tempo em passeio e a coisa reflecte-se proporcionalmente e tal na oferta de amiguices à minha avatara/pessoa… Funciono na SL como na RL… envergonhada e tal e coisa, sempre com receio de incomodar e tal, devo ter oferecido amizade umas duas ou três vezes a pessoal que conheço na RL. Mas felizmente, depois de uns encontros e tal, umas pessoas especiais aqui desta pandilha e da pandilha de Aveiro oferecerem-me a possibilidade de enriquecer a experiência no SL em excelente companhia e em contextos e landscapes de sublime qualidade (agora isto saiu-me bem…. :)). Por isso… sou daquelas que tem lista curta…. mas antes poucos e bons que muitos e enfim. By the way… adorei a sessão de terça e peço antecipadamente desculpa por uma ou outra ausência futura nos eventos… acontece que o cara-metade chegou para passar 1 mês aqui na RL e… enfim e tal… tenho MUITA COISA para pôr em dia 🙂

  • Olá, antes de mais, permite-me discordar… É para isso que estão os coments, não…

    Bom, não leves a mal, mas no SL, mais tarde ou mais cedo, podemos ou vamos precisar de SL friends que não são RL friends, por isso acho sempre útil aceitar ou oferecer amizades…

    E é óbvio que o objectivo de Add Friend não é ter um amigo/a no SL, é congregar contactos, mesmo que só se utilizem 1 ano mais tarde…

    Mas o fundamental é que mesmo Quem nos tem na lista de Friends, pode ser completamente bloqueado/a, de uma ou outra maneira, por isso nunca corremos o risco de ser incomodados, reservando no entanto a eventual utilidade futura, pois nunca se sabe quando vamos precisar de desconhecidos/as, ali à mão, até porque o SL inventa-se a cada dia !!!

    Um exemplo – imagina que entras num projecto novo em que um patrocinador te poder dar imenso apoio, mas precisa de feedbacks rápidos do género que só se conseguem com Friend List ???

    Continuação de bom trabalho, apareçam amanhã na minha inauguração, não revelo mais para não estar a usar o Blog como SPAM…

    Beijos e abraços…

  • Te, gostamos muito de te ter aqui e é isso mesmo: poucos mas bons. Na RL, no SL. 😀 E há gente excepcional no SL, sem qualquer dúvida. Mas,como é evidente, RL rules 😉 Aproveita bem para meter tudo em dia. :DDDD Beijinhos!

    Loff, claro que sim, os comentos estão para se concordar /discordar, o que for e não levo nada a mal. Simplesmente eu não escrevi que eram apenas os amigos RL (“seja porque é realmente nosso amigo” não significa que seja amigo RL, embora alguns deles tenha coincidido, uns antes ainda do SL, outros já depois).
    Repara: essa coisa de misturar a palavra “útil” à palavra “amigo” a mim causa-me alguma comichão. Já à palavra “contacto”, sim, perfeitamente compreensivel. Eu entendo absolutamente a tua postura em relação a ir coleccionando contactos para fins de divulgação, comerciais, etc. Isso é outra coisa. Se bem que não seja a minha postura no SL, isso é um pouco como na RL irmos guardando os cartões de visita da malta toda com que temos contactos profissionais.
    No entanto, já agora, permite-me dar-te a minha opinião quando aos tais “feedbacks rápidos” que referes. Eu, num projecto novo, sinceramente, prefiro feedbacks ponderados de quem me pode dar realmente mais-valias e não serão aqueles que terei numa lista de contactos que nem sei quem são. Isto na fase de análise/implementação de um projecto.

    Na divulgação, há outras formas muito mais eficientes que mandar IM’s. Ou seja, os tais feedbacks rápidos que referes, se forem aqueles infernais envios de teleport “join me na festa tal que é muita boa” digo-te, só resultam numa primeira fase, para novatos que não têm mais nada com que se entreter. As pessoas depois ficam tão fartas que até pode ser o melhor evento do mundo: por norma eu recuso imediatamente, já que me parece que se é assim tão bom esse evento, não sei para que é preciso mandar convites em cima da hora a quem mal se conhece…