GetaSecondLife

The Second Life® Brand Center

A Linden Lab® divulgou durante a noite o seu novo projecto: The Second Life® Brand Center (vai mesmo no original…) Embora seja anunciado como o local onde se “explica aos residentes como promover as suas marcas próprias, produtos e actividades na Second Life®, usando os logotipos apropriados para reforçar a sua mensagem”, na realidade terá por objectivo a preservação e defesa das marcas registadas associadas à Second Life®/Linden Lab® introduzindo um “vastíssimo” conjunto de directrizes que roubar-me-ão parte do fim do dia de hoje a digerir para escrever algo sobre o assunto até ao fim do dia. É que, entre outras coisas, dão um período de transição de 90 dias, ou até 23 de Junho de 2008, a quem possa ter utilizado qualquer das suas marcas registadas para adaptá-las em conformidade com as tais directrizes. O assunto está, como seria de prever, a provocar uma grande e acesa polémica, entre outros, no blogue oficial da Second Life®.

Um primeiro comentário: se, por um lado, é perfeitamente legítimo procurar proteger as marcas por variadíssimas razões, no âmbito em que se desenrola a Second Life® parece-me ser extremamente excessivo correndo-se o risco de se observar um verdadeiro ricochete provocado pela repulsa da regulamentação. A não ser que a Linden Lab® entenda ter chegado o momento de atacar com determinação o mercado que realmente lhe interessa e que vai muito para além do simples utilizador “anónimo”. A título de exemplo, este blogue terá que mudar de domínio, de nome e remover algumas imagens da SL™ no prazo de 90 dias. Não tenho dúvidas que o prazo imposto pela Linden Lab® será igualmente útil para muitas reflexões sobre a continuidade no seu mundo™ (por via das dúvidas…).

Esta SL™ começa a deixar de ter piada ou, melhor ainda, começa a ser uma valente seca…

  • LOL eu já deixei uma sugestão no post abaixo…olha e domínios, por acaso é bem visto: também vamos ter que mudar de domínio, ou o domínio passa?

  • Miguel Yesheyev

    Temos que mudar de domínio, retirar o logo com o olho do “blog header” etc… lol

  • Miguel Yesheyev

    Mas também te digo uma coisa, lol, a quantidade de sites e empresas com referência a Second Life® muito antes desta existir para a Linden Lab® não é negligenciável pelo que estou curioso à forma como isto poderá evoluir em termos jurídico-legais.

    E não sei se já reparaste que vamos ter que acrescentar em todas as referências aos tipos ou às suas marcas, neste blogue, em todos os posts e comentários, os símbolos ® e ™!!! Ou apagamos isto tudo? LOLOL!

  • Seca mesmo…

    Um dos melhores comentários no blog oficial:

    Worried about your trademark when your business is stagnating!

    Woooh! Your priorities are so mixed up.

  • Bom, só a expressão “jurídico-legal” em termos de marcas em Portugal, uma pessoa começa logo a rir…:DDD ou metemos em português e os gajos que nos venham cá “suar” ou vamos aqui abrir uma rúbrica para sugestões dos leitores: um prontuário Ésseélico. Eu já propus Limpalhaços e Serulo. Mas consigo lembrar-me já de mais uns quantos. :DDD Aos palhaços só se pode responder com tartes!

  • Miguel Yesheyev

    Nem mais Ana! E há mais alguns fantásticos :))) Como por exemplo o que diz achar muito estranho que as marcas tenham sido apenas registadas em Junho e que imponham um prazo de conformidade de 90 dias para um “jogo” com 4 anos… Vai ser bonito, vai. A não ser que desatem a processar o mundo inteiro…

  • Mas isto tem alguma lógica?! É o quê? O Rosendale já a dar tiros nos pés, ainda nem aqueceu a cadeira de Chairman? Estes gajos querem mesmo espantar nem é a clientela! É quem os publicita DE GRAÇA! E ainda paga para lá andar, como no nosso caso.

  • Miguel Yesheyev

    Acho que os gajos se esqueceram de SIM, TP, Landmark, Avatar, Region, Estate… Blah! Será que o meu Miguel Yesheyev™ também será ™ da Linden Lab® ou será meu ™? E se for meu, registo onde? Blah!™

  • Muito obrigada pela breve explicação. Eu já andava mesmo à nora com isto!

    Bom, já me registei na coisa. Agora tenho que começar a fazer pesquisas no blog para mudar tudo (SECA!). Estou aqui a pensar que é melhor apagar o blog antigo que não vai estar nos conformes.

    Ana Lutetia™

  • A sério, eu continuo tão aparvalhada com estes palhaços que ainda não parei de rir.

  • Cara Cat Magellan™ e caro Miguel Yesheyev™ vossemecês já se registaram?

    Ana Lutetia™

  • Miguel Yesheyev

    Não… tu não estás a ver bem a coisa lol. Por exemplo, o logotipo que identifica logo o que quer que seja com a Second Life® (sim, porque o da Linden Lab® o pessoal quer para alguma coisa?!) foi referido com esta “remodelação” da seguinte forma:

    “Posso usar o logotipo Olho-na-Mão da Second Life®?

    Não, não é BOM usar os nossos logos – incluindo o logotipo Olho-na-Mão da Second Life® – sem a nossa autorização por escrito. Para mais informações sobre o assunto, veja Utilizações Não-Autorizadas das Marcas Registadas da Linden Lab®.

    Se quer autorização por escrito para poder utilizar o logotipo Olho-na-Mão da Second Life®, tenha em atenção que a mesma não deverá ser autorizada, excepção feita para alguns casos específicos que são (possam ser) estratégicos para o nosso negócio. Não é nada pessoal. Trata-se apenas do que precisamos para preservar o valor do nosso logotipo e marca. Para mais informações sobre requerer uma permissão especial, veja mais abaixo.”

    Coloquei os ® que não estão no site da Second Life®.

    A conclusão é óbvia. O gozo acabou dando lugar ao negócio puro e duro.

  • Ainda não, cara Ana Lutetia™ mas é já a seguir! E depois, quem nos tratar por menos do que isto, pimba, mandamos logo o S..o Circo Palhaços processá-los, certo? :DD

  • Miguel Yesheyev

    Já me registei já Ana Lutetia™ (ou será ®? Tu vê lá bem isso!) LOL! Mas o registo só te permite usar o logotipo inSL™, não é? Ca raios!™

  • Yep, só que o negócio puro e duro tem sido, até agora, publicitado à borla em milhares de sites/blogs. E tem atraído a atenção dos media e/ou da clientela. Se não querem atenção e preferem eles escolher quem os refere e como, estão no direito deles.
    Não lhes dou 5 anos de existência futura.

  • LOL!

    Já alterei o meu perfil WP para aparecer sempre como Ana Lutetia™. (Não era suposto actualizar tudo para trás aqui no blog?)

    Aquilo que me baralha e a muita gente é quando é que se utiliza o ™ e quando é que se utiliza o ®. Acho que o mais simples é copiar o THIS IS OK para uma nota que passará a servir como cábula.

    Ana Lutetia™

  • Miguel Yesheyev

    Como é evidente e concordo em absoluto contigo. Não será por acaso que as Grids™ alternativas estão a fervilhar por aí…

  • Ana, a gente já actualiza, ainda temos 3 meses. Olha, aquela parte toda ali da coluna que tem secondcoisas a dar com um pau, links related, nem vale a pena, apaga-se toda mesmo. :DDD

  • ( ALT + 0174 makes ® | ALT + 0153 makes ™ | ALT + 0169 makes © )

  • Pronto e acabei de inventar a melhor forma de dizer isto, vejam se gostam:

    VIDA EM SEGUNDA MÃO!

  • Miguel Yesheyev

    Ana, é simples (mas não consegui resistir à chalaça lol). Tu, Ana Lutetia™, serás mais uma ® do que uma ™ lol. Isto porque, na minha opinião lol, tu, a dona em carne e osso, serás, na realidade, a ® e a Ana Lutetia™ apenas uma ™ como parte de um conjunto de ™. Contudo, levanta-se outra questão. É que, sendo criadora lol, teria mais lógica seres uma Ana Lutetia® com várias ™ não é? LOLOLOL

  • Miguel Yesheyev

    Não desgosto nada Cat Magellan™!

  • Vida em Segunda Mão é catitas.

    Ana Lutetia©

  • Mas, mas, mas… se a gente™ é portugueses também temos que seguir aqueles directrizes? Ou melhor, sendo europeus vamos ter chatices ou não?

  • Miguel Yesheyev

    Vais. Acredito que os escritórios deles espalhados em diversos espaços geográficos, sobretudo os mais expressivos para a plataforma, estejam ou passem a estar abrangidos pelo mesmo regime. Senão era um espanto, não era? Uma das funções da ASAE é precisamente essa. Há convenções internacionais, etc, etc, etc…

  • LOL! *rebola a rir a imaginar uma inspecção da ASAE aos sites/blogs relativos ao Second Life® virtual world*

  • Leilah Nishi

    Se se fossem mas é encher de moscas em vez de andarem com estas merdas… Mas aqueles tristes não têm nada mais sério com que se preocupar? Haveria assim tantos desusos da marca Second Life® (não consigo por aquela gaita!!!) para se darem a este trabalho todo? Até parece que querem espantar o povo, palavra de honra?

    E os gatos, são o quê, sabeis dizer-me? Porque eu não consigo mesmo pôr aquela gaita das letrinhas!

  • Ana, já pensaste bem que se os nomes dos avies são TM agora, os blogs fashionistas vão ter que ser TODOS refeitos? Os nomes de todos os criadores alterados? :/

  • ElectroescadaS

    Se esses tótós da Linden Labs me sacam o nick meto-os em tribunal (sim porque o meu nick tem direitos de autor)… 😀

  • Miguel Yesheyev™

    POr acaso Electro. Já o registaste? ahahhahahahah!

  • Pois é, os registos :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

  • ElectroescadaS

    Só na minha conscieência… 😀 😀 😀 😀 😀

  • Cat, eu continuo com a mesma questão relativamente ao nome da minha avatara. Ana é um nome legal em Portugal e Lutetia é o nome original de Paris. Não, não sou imigrante portuguesa em Paris mas e se fosse? Curiosamente, nunca consegui ter um Gmail como analutetia.
    E se eu tivesse mesmo registado Ana Lutetia como marca em Portugal?

    Eu sei que os blogs fashionistas têm que ser (quase) todos refeitos. Já comecei a dar uns toques no meu e vou ‘esconder’ o antigo.

  • A grande patetice por detrás disto é que, em Portugal, uma lei só tem valor nas datas após a sua implementação. Por que raio tenho que refazer um ano de blog com cerca de 1500 posts se tudo o que está para trás foi feito ao abrigo da ‘lei’ antiga?
    NÃO FAZ SENTIDO!

    Borregos©!

  • Completamente. E não faço ideia se nos USA de facto uma lei terá efeitos retroactivos. Mais. Se vierem pra cima de nós, que estamos em Portugal (o blog está) e secondlife é marca de não sei o quê de um algarvio e na UE em que é marca de carris do caminho de ferro, como é que isso fica em tribunal?
    Claro, fica assim: banem os nossos avies do SL…

  • E o domínio foi registado antes de eles proibirem o uso destas palavras.

  • Miguel Yesheyev™

    Enfim… Já agora, lol, borrego é teu copyright Ana? LOL!

  • Ai, brinquem, brinquem, mas eu já desconfiava que um dia destes os advogados da LL™ nos iriam fazer uma gracinha destas.

    A verdade é que as normas de utilização das marcas registadas da Linden Lab, até agora, foram extremamente permissivas. Podia-se usar praticamente tudo, e até existe no site deles (não me recordo do link) um “fansite starter kit”, com cópias de razoável qualidade do logotipo, banners oficiais, etc., cujo objectivo, claro está, era promover links para o Second Life® e registar mais utilizadores dessa forma. Estava-se em Junho de 2004 quando eles lançaram este “pack para fãs” e a Linden Lab™ queria era que isto fosse o mais divulgado possível… e eles não tinham advogados nessa altura 😉 pois haviam aí uns 10 mil utilizadores no máximo, e eram todos bonzinhos, simpáticos, e entusiastas 🙂

    Os tempos mudam, e obviamente que as questões tornaram-se bem mais sérias. Há gente a processar-se mutuamente por registos de coisas como “SLart” (lembram-se deste caso?) quando a utilização de “SL” no nome nem sequer é permitida. Isto deve ter-se vindo a agravar nos últimos tempos, com empresas e indivíduos a processaram-se mutuamente, tudo em torno de marcas registadas… que nem sequer pertencem a esses indivíduos, mas à Linden Lab™!

    Não me admira, pois, que os actuais advogados acharam que estas gracinhas tinham de acabar.

    Mais ainda. Lembro-me de ter falado um bocadinho com a Robin quando ela esteve cá sobre a utilização do nome “Second Life Brasil”. Já nessa altura, a LL™ cobrava (e não era pouco) para entidades poderem livremente usar a marca deles. Não fazia sentido algum estar a “cobrar” por isso, se realmente não existia depois intenção de impedir que outras entidades usassem livremente a marca sem pagar. Havia aqui um problema.

    Na realidade, apesar do longo documento, a verdade é que as “Normas de utilização das marcas” da Linden Lab™ são muito mais permissivas do que a da maioria das empresas que conheço — e sim, na minha actividade profissional, apanho com imensos desses documentos, muitos dos quais são densíssimos com normas técnicas e “legalês” profundo, que parecem tornar impossível qualquer utilização…

    Quanto aos comentários irónicos da Anitas a dizer:

    E se eu tivesse mesmo registado Ana Lutetia como marca em Portugal?

    só te posso dizer, Ana, que eu fiz justamente isso ano passado com o meu nome, porque esperava que mais cedo ou mais tarde teria de entrar em contestação com alguém (exemplo: spammers que usam o meu email para chatear terceiros, coisas assim). E não é que poucos meses depois do registo entrar no INPI apareceu alguém no SL a registar “Gwyneth Llewellyn” (com mais um L que eu!)? Sei de colegas de trabalho que esta jovem recebeu já muitos IMs e objectos que se destinavam a mim, assim como convites para grupos dos meus clientes, e coisas do género. A “confusão” é perfeitamente normal. Estou a aguardar que termine o período de contestação (um ano) e depois terei de informar a rapariga em questão (e a LL™) que estão a violar o meu copyright usando um nome que se “confunde”…

    Aliás, um pormenor interessante: a utilização de marcas registadas requer que os seus proprietários exerçam a sua propriedade. Por outras palavras: ter uma marca registada mas nunca processar ninguém pela sua utilização implica que, mais cedo ou mais tarde, essa marca deixa de poder ser usada e reverte para o domínio público. Penso que isto também deve estar na mente dos advogados da Linden Lab™ — fazerem um ou dois processos em tribunal contra casos óbvios, e, dessa forma, garantirem que estão a reclamar o direito à marca, “por uma questão de princípio”.

    Vai ser interessante 😉

    Ok, quem é que já registou a marca “metaverse”?… 😉

  • Gwyneth, por acaso já tinha reparado na tua “irmã”. Quanto ao que dizes, está tudo muito bem mas ficar-me-ei por um”nim”. Como tu acabaste de escrever – ainda esta manhã trocava impressões sobre o assunto com um italiano e referimos precisamente a mesma coisa – a própria empresa divulgou e cedeu gratuitamente os logotipos a quem os quisesse ter. Neste domínio deixa-me dizer-te que não conheço mais nenhum caso onde tal é possível. Também por isso, o cenário agora criado é desagradável já que obrigará a mudanças profundas de iniciativas consolidadas com o tempo. Por outro lado, parece-me excessivo atendendo às características associadas a este mundo que o tornam tão singular…

  • Cat Magellan™

    (editando o blog, editando o blog, seca seca seca; pra começar, estas estúpidas horas perdidas nisto…)