GetaSecondLife

Cataláxia

Rapidamente para quem não percebeu nada do post em baixo:

Friedrich Hayek used the term Catallaxy to describe a market economy. He was unhappy with the usage of the word “economy”, feeling that the Greek root of the word – which translates as “household management” – implied that economic agents in a market economy possessed shared goals. Hayek derived the word Catallaxy from the Greek verb “katallassein” (or “katallattein”) which meant not only “to exchange” but also “to admit in the community” and “to change from enemy into friend”

O Sean Lynch é um blogger do Catallarchy, um conhecido blogue libertarian (palavra que os americanos usam para distinguir os liberais-clássicos dos liberals, ou seja, socialistas), e que passará a integrar a equipa Linden. A malta das novas tecnologias costuma ser bastante anárquica (não gosta que haja quem mande), mas poucos percebem que não há investimento ou tecnologia sem propriedade privada- de facto, a maioria sofre síndrome de artista: o desprezo pelo vil metal e pelas convenções formais. Se o SL tem intenções de chegar a algum lado, tem de insistir em criar condições para que lá dentro prosperem economias de mercado, o que exige um sistema simples e justo de protecção de direitos de propriedade virtual. O SL tem de se tornar comercial. Ter na equipa quem tem um sólido conhecimento do processo catalático – do laissez-faire, das ordens espontâneas, da prosperidade sem planeamento ou regulação – é um valioso asset para a Linden Labs.

  • Faz sentido. Agora já percebi! 🙂

  • cat

    Tenho-me rido imenso a ver quando é que vinha a explicação (claro que aquele entusiasmo todo só poderia ser um blog liberal…:DDD)

  • Miguel Yesheyev

    Pois eu acho que ainda falta uma costela marxista na SL. Não é justo, não é justo tudo o que por lá se passa! Os preços são exorbitantes! Não é justo! Não há emprego, há especulação imobiliária, a terra – infinita – está completamente sobreavaliada e tudo o mais é escandalosamente caro. Posso estar muito enganado, mas já terá faltado mais para uma revolução proletária dos avatares…

  • cat

    Bom, eu como sou a despojada dali (o único residente que não se preocupa com lindens) posso sempre liderar a revolução, mas falta-me paciência para causas…:D

    Há uma coisa curiosa ali sobre a propriedade privada (toda é, na prática). Matéria para postalinho.

  • Não gozem que não tenho tido tempo para ser mais participativo 😛

    Claro que falta a costela marxista 😀 (anatomicamente é daqueles apêndices ósseos que desaparecerão com a evolução do ser humano – daí que eles denunciem “darwinismo”, histericamente, sempre que alguém faz alguma coisa eles não gostam) hehehehehehe

    Mas como não há maneira de roubar nada a ninguém, em nome do “bem comum”, não têm futuro hehehe

  • Winter

    Que os Deuses Linden te oiçam Gath, que isto de andar a roubar coisas ao povo que tanto trabalhou para ser latifundiário num pode ser nada! hehe
    E obrigada pelo preenchimento da lacuna na minha cultura geral 😉

  • Zesim

    Andam um bocado atrasados nas noticias. No Sl faço parte do grupo First Land Searchers ou algo do género. Esse grupo está em revolta e a preparar protestos devido ao facto de os lindens terem acabado com a first land.
    Se isto não é uma revolução dos pobrezinhos não sei o que poderá ser.

    Este problema surgiu devido aos bots caça first land e terrenos baratos. Anda tudo revoltado.

    Salvo erro, no blog da sl há lá mais qq coisa

  • Uma atitude perfeitamente lícita num sistema capitalista. Clientes insatisfeitos protestam. Se o serviço não melhorar, vão-se embora e não voltam.

    É um pouco diferente de se apoderarem dos servidores da Linden Labs para instaurar um paraíso no Second Life e abrirem caminho para o Avatar Novo, só preocupado com o interesse do colectivo…. 🙂

  • Zesim

    Isso tinha a sua graça 🙂
    Mutios dos membros desse grupo são/eram contas premium e estão a fazer downgrade das mesmas pois deixaram de ter um beneficio por pagarem. Neste momento acho que ter contas premium não traz qq tipo de vantagem. Só nas terras mainland e essas são a confusão que qq pessoa vê.

    De qq maneira, mais um sinal de que os lindens não estão a brincar. O e-bay vai impedir todo e qq leilão de bens virtuais mas a Second Life está isenta dessa medida.