Ouvido ao lado

- Oi. - Tudo bem? - Como é por aqui? - É bom. Você está cá há muito tempo? - Eu? Acabei de me inscrever. - Ah é? - É. Faz 15 minutos. Como é que se ganha dinheiro por aqui? (há duas formas de comunicar no Second Life®: por chat privado e por conversa pública: esta última aparece na nossa janelinha)

(não me sobra é tempo para escrever…)

Ainda estou a digerir tudo aquilo. Ideias, imensas; enquanto ali ando a boiar ou a voar, ou a arrebanhar centenas de trapinhos e mais colares e brincos e sapatos e chapéus, tudo em caixotes oferecidos, por todo o lado há milhares de 'freebies', desde objectos até avatares completos, passos de dança, scripts, centenas de porcarias sem qualquer utilidade mas engraçadas, outras ...

Turismo

image-19
Tudo parece pacífico e bonitinho. Mas não é, não exactamente: este second life® não é para crianças, é para adultos. Atrás daquela instalação (não lhe posso chamar outra coisa, o local era maradíssimo) de cubos cobertos de imagens da Alice no País das Maravilhas com vários objectos em 3D, as cartas, as chávenas, flamingos cor de rosa e outros, há ...

Home movie

Fiz um filmezinho. Tirando a parte em que o meu avatar se armou em traça a voar contra as paredes e também a parte em que me baralhei com as teclas e a 'traça' ficou feita parva às voltas e a parte em que me apareceu uma mensagem a berrar quit ou coisa do género, não ficou mal de todo. ...

The mirror of her dreams *

É extraordinária a velocidade com que palavras quase desconhecidas entram no vocabulário normal. Há poucas semanas, não fazia ideia do que era um avatar. Agora, é o meu avatar isto, o meu avatar aquilo, o meu avatar para cá e para lá, o meu avatar. A minha avatara, mais precisamente. Mas que raio é isso, afinal, perguntam-me e eu explico. O ...