Acabo de desatar às gargalhadas a sério, ao ler uma sequência de posts no Tagus Friends Weblog, que é maravilhosa, como exemplo do politicamente correcto do SL (neste caso tuga, mas são todos assim, é tudo tão levado ao extremo – o DRAMA! – que é de ir às lágrimas).

O caso é o seguinte: uma autora do blog, depreende-se que muito bem intencionada, dá a conhecer e publicita um concerto de uma banda que está no SL. Para reforçar a ideia da qualidade da banda (não consigo interpretar de outra forma), informa sobre a excelente voz da vocalista, etc e tal. Parece-me tudo bem, bastante inócuo e muito louvável que o Tagus vá informando sobre várias coisas que se vão fazendo no SL, muitas vezes até desligadas dos sims do grupo em si.

Eis senão quando o amigo Electro (pessoa que até prezo bastante mas que devia estar num dia menos bom), vai comentar o post a dizer que a banda não é só a vocalista, que são os outros membros e que, agora esta parte é magnífica “os elementos reais da banda (…) estão profundamente chateados com tudo isto”. AHAHAHAHAHAHAHAH é lindo! Os membros da banda estão chateados com isto! Levam um post porreiro sobre eles num blog que tem imensos leitores, publicidade à borla, mas ficaram aborrecidos oh que chatice, coitados!

Bom, se fosse comigo, era num instantinho enquanto o post desaparecia e a banda primadona que fosse pagar publicidade aos eventos ou coisa parecida já que não tinham gostado, mas no Tagus isso não aconteceu. A seguir aparece outro post a corrigir que se trata de uma banda (coisa que era claríssima no primeiro post e que não fosse! Quem é que sabe o nome dos outros gajos que tocam com o Bono? Com o Sting? com todos os vocalistas mais que conhecidos? E isso tira mérito à banda? Não! O que é preciso é que seja conhecida, que tenha assistência e que seja apreciada e publicitada!). Mas mais que isso! Para além da correcção, vem um pedido de desculpas pelo engano. AHAHAHAHAHAH é espectacular, isto! Pode haver mais politicamente correcto?! Parece-me quase impossível.

Bom, eu até ia dizer que tomem juízo, mas isso não me teria permitido rir como me ri e escrever este postal. Olha, de publicidade também e completamente grátis. Já agora, vão lá ver a banda e a rapariga que canta maravilhosamente e os outros dois que me esqueci do nome (do dela também, a bem da verdade), até eu estou curiosa agora de lhes por a vista em cima. 😀