Cat Magellan, a primeira mulher elástica do planeta!

portucalis6.jpg

sendo que o planeta também é elástico! Olé!

portucalis_004.jpg

Poizé…eu deveria estar aqui a escrever um grande relambório sobre como é ser dona de uma parte de um sim, que giro que é ter uma ilha nossa, que a Portucalis está a dar um gozo dos diabos e que um gajo deve tomar alguma atenção quando se põe a brincar com o autoreturn quando está a colocar os últimos de uns milhares de prims que demoraram uns dias a plantar no terreno; sob pena de encher IM’s de vernáculo daquele mesmo em maiúsculas, enquanto a partenaire foge para não se rir muito alto. A parte boa é que tanto prim a entrar de repente no inventário, ele mesmo (o barril de prims) se organiza em conjuntos de prims: é sempre mais fácil replantar um jardim só com duas rezzazitas e da segunda vez ainda mais simples se torna. Estou plenamente convencida que, mais uns autoreturns e os prims resolvem eles mesmos transformar-se em autorezz, para não se aborrecerem muito com os donos que lhes calharam na rifa. Uma espécie de revolução de prims inteligentes, porque não? Autoreturnados, autorezzantes, autocoiso, aquilo que acontece às máquinas no futuro, tomam conta de tudo, espetam-nos uns fios na cabeça e ficamos pilhas nuns casulos.

(tá ali o glossário, ó!)

Não, não pirei de vez. Eu já era assim. 😉

Ah, a mulher elástica foi a brincar com o disable camera constraints, que se tinha escondido no menu-client e nunca mais aparecia, só pode ser essa a razão de eu não o ter encontrado nos últimos, vá, três dias em que andei à procura desse comando; isso, mais uns zoom outs e temos um sim elástico que até pode ser que estique um bocado: já nos está a fazer falta um bocado mais de terreno, assim um continente ou isso.

100 Limite – Portucalis Surl